O que é Page Experience e como aplicar no seu e-commerce?

A Google confirmou que o seu algoritmo de ranqueamento de pesquisa levará em consideração a UX (User Experience) a partir de Junho de 2021. Essa mudança não foi repentina, pois a gigante de Mountain View vem a mais de 6 meses alertando sobre tal mudança, que será implementada gradativamente até meados de Agosto. Neste artigo iremos explicar o que é Page Experience e como aplicá-lo, considerando a experiência de usuário no seu e-commerce. Vamos lá?

A UX (User Experience) afeta indiretamente o algoritmo, Page Rank. Imagine a seguinte situação: se uma pessoa tem uma péssima experiência quando tenta navegar por um site, ler um artigo ou realizar uma compra, é bem provável que essa pessoa o deixe rapidamente (ou seja, dê bounce rate) para visitar outro site que forneça uma melhor experiência de uso. É justamente esse tipo de má experiência que o algoritmo do Google está buscando atacar.

Após a atualização, a Google irá medir o Page Experience usando o Core Web Vitals e também outros fatores de UX (conforme a tabela abaixo). Todas essas métricas juntas serão determinantes para a pontuação do Page Experience. Uma experiência de navegação positiva aumentará a classificação do seu ranking, enquanto uma péssima navegação fará com que sua pontuação caia.

 

Fonte: Spytu

É fato que neste ano a experiência do usuário se tornará o foco de qualquer ação ligado a loja virtual, onde está centrado o maior envolvimento que o usuário terá com a marca. Isso acontece por conta das atualizações recentes no algorítmo para posicionamento de páginas, que resumidamente, aplicará os seguintes fatores:

 

1 – Velocidade de carregamento das páginas

Indicadores de velocidade Desktop e Mobile:

  • Até 3s: Excelente
  • Até 5s: Bom
  • Até 8s: Regular
  • 9 segundos ou mais: Ruim

Para medir a velocidade do seu site, acesse o Ubersugest, ferramenta gratuita da Neil Patel.

2 – Navegação segura: garanta que seu domínio possua segurança HTTPS (Visível na URL), isso garantirá uma conexão segura e garantirá que sua página tenha um bom ranqueamento.

3 – Sites responsivos e priorização do mobile

4 – Boas práticas de SEO na construção de conteúdos das páginas e blogs com palavras-chave estratégicas.

 

Pesquisa sobre a experiência do usuário: principais desafios e soluções

Nosso objetivo nesse artigo é esclarecer e simplificar toda a análise elaborada, lhe indicar as boas práticas, e trazer o conhecimento prévio para analisar se seu site está preparado para essas atualizações. Dessa forma, apresentamos uma pesquisa desenvolvida pelo Google Cloud em parceria com a consultoria internacional de inovação R/GA, analisou 25 e-commerces, avaliando suas performances, encontrando principais desafios e trazendo as principais soluções para eles: 

 

Otimize seu site para torná-lo rápido

Quando falamos de performance, é fato que a velocidade entra como principal requisito. Seu impacto é a primeira percepção do usuário ao entrar em um site, e o que comprova isso é sabermos que a redução do tempo de carregamento em apenas 0,1 segundo pode refletir na taxa de conversão em até 8,4%, indicador adquirido na análise de sites B2C (canal de venda direto para o consumidor), conforme a pesquisa levantada pelo Google Cloud.

Por outro lado, um site lento aumentará sua taxa de rejeição, o que resulta em mais pessoas abandonando-o, e consequentemente, perdendo vendas importantes para o seu negócio.

 

Tenha um site estabilizado 

Aqui estão os erros que mais incomodam os consumidores digitais, são aqueles botões que demoram para serem acionados, ou até aqueles que mudam de posição conforme outros elementos carregam. Foi constatado na pesquisa que dentre 2,7 mil sites , 26% foram erros de aplicação, e que facilmente impactarão o usuário durante a jornada de compra. Ou seja, é nesse momento que devemos requisitar à um time técnico, uma avaliação e correção desses causadores de má experiência.

No que se diz respeito ao CLS (Cumulative Layout Shift), que irá medir a estabilidade visual da interface, devemos manter o indicador abaixo de 0,1 para estarmos de acordo com os critérios do Web Vitals. Para receber essa informação, acesse o Google PageSpeed Insights, no qual falaremos mais abaixo.

Fonte: Web Dev

Como saber se meu site está de acordo com os critérios de experiência do usuário?

Aqui vai um guia para você estar atento em indicadores importantes do seu site e ver o que precisa ser feito para ser o destaque entre seus concorrentes. 

Lembre-se desse clichê: se você não se preparar para atender bem seu cliente, o seu concorrente fará isso.

 

Google Search Console

Uma boa ferramenta para análises de SEO também irá auxiliar em entender toda a experiência do seu site, indicando problemas em URL, responsividade mobile, problemas e requisições necessárias de segurança.

 

Google PageSpeed Insights

Essa ferramenta do Google ganhou uma atenção especial para qualquer analista de e-commerce. Antes usada para identificar gargalos em relação a velocidade do site, atualmente ela conta com uma série de indicadores focados em WebVitals. Lá você receberá uma grande quantidade de sugestões para otimizar ainda mais o seu site. Conte com o seu time de desenvolvimento e defina suas prioridades de acordo com os pontos críticos.

Extensão WebVitals (Chrome e Edge)

Para simplificar a rotina de análise, tenha em mãos uma extensão prática para determinar fatores de performance do seu site seguindo os critérios do Web Vitals. Encontrou pontos críticos em algumas métricas? Consulte o PageSpeed Insights e atualize seu site junto com o time de desenvolvimento.

 

O que concluímos com isto?

Com as ferramentas de análises certas, você terá o acompanhamento completo da evolução do seu negócio, pois mais importante que estar preparado para essas atualizações, é entender o quanto o seu site será beneficiado atraindo muito mais usuários qualificados e satisfeitos com toda a experiência proporcionada no seu site. 

Você irá perceber que está no caminho certo olhando para os indicadores do Web Vitals, analisando o crescimento da sua taxa de conversão e queda na taxa de rejeição e principalmente no crescimento em vendas!

De modo geral, destacamos práticas importantes para essa atualização, é importante estar pronto para atuar nesses critérios exigidos e estar alinhado. Além do esforço em desenvolvimento, esteja de acordo com as estratégias de conteúdo do seu negócio, isso fará toda a diferença no posicionamento do seu site, que além de ser benéfico para o seu consumidor, irá resultar em melhores resultados orgânicos. 

 

Que tal entender um pouco mais sobre CRO e SEO e otimizar ainda mais a sua loja virtual diante das novas atualizações? Temos o guia ideal para você, confira!

CRO NO E-COMMERCE: POR ONDE COMEÇAR

ESTRATÉGIAS DE SEO PARA BLACK FRIDAY + CHECKLIST

MAGENTO SEO: COMO OTIMIZAR O SEO PARA E-COMMERCE?

 

E se você curtiu o conteúdo e quiser ficar por dentro de todas as novidades do mercado, é só acompanhar a gente nas redes sociais: Instagram e LinkedIn. Nos vemos por lá!

 

Autores: Caco Fernandes, João Vitor Bueno.

Referências: Think With Google, ASB Marketing, Neil Patel, Superstorm, Conversion, Conversion 2, Search Engine Journal, Search Lab e Spyfu.

Posts Relacionados

Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter

Acompanhe nossos insights e notícias do
mercado de ecommerce.

Acompanhe nossos insights e notícias do mercado de ecommerce.

Enviado com sucesso!

Vamos construir algo
incrível juntos.

Vamos construir algo incrível juntos.

Preenche abaixo e retornaremos para agendar uma conversa

A Híbrido está com a Havan desde a escolha pelo Magento Cloud como nova solução para ecommerce em 2019. Nesses anos, estamos evoluindo sempre as soluções que o online traz para os clientes da Rede, resultando em crescimento constante da operação.

A Híbrido está com a Havan desde a escolha pelo Magento Cloud como nova solução para ecommerce em 2019. Nesses anos, estamos evoluindo sempre as soluções que o online traz para os clientes da Rede, resultando em crescimento constante da operação.

Éder Varela

Gerente de e-commerce na Havan

A Híbrido está com a Havan desde a escolha pelo Magento Cloud como nova solução para ecommerce em 2019. Nesses anos, estamos evoluindo sempre as soluções que o online traz para os clientes da Rede, resultando em crescimento constante da operação.

A Híbrido está com a Havan desde a escolha pelo Magento Cloud como nova solução para ecommerce em 2019. Nesses anos, estamos evoluindo sempre as soluções que o online traz para os clientes da Rede, resultando em crescimento constante da operação.

Éder Varela

Gerente de e-commerce na Havan