O modo como vivemos, produzimos e consumimos está mudando profundamente. Entenda o que é a Indústria 4.0 e como o 5G transforma não apenas nosso cotidiano, mas principalmente as empresas.

A Quarta Revolução Industrial – também conhecida como Indústria 4.0 – é um conceito amplo, criado há quase 10 anos e que está relacionado à tecnologia da informação e automação de processos.

Já é possível perceber alterações em diferentes aspectos do dia a dia e da indústria: comunicação instantânea, streaming de alta qualidade, assistentes de voz virtuais e sistemas interligados na nuvem. Mas o que falta para a Indústria 4.0 começar para valer?

Neste texto, vamos abordar Inteligência Artificial (IA), Internet das Coisas (IoT), impressão 3D e demais tecnologias que prometem transformar a realidade da Indústria 4.0 a partir da conexão 5G. 

Entretanto, antes de decolar para o futuro, iremos recapitular brevemente essa história e entender como chegamos até aqui. Vamos lá?

 

As 4 Revoluções da Indústria (para quem tem pressa)

A Primeira Revolução Industrial aconteceu na metade do século 18, com a mecanização e máquinas a vapor. Cem anos depois, a Segunda Revolução Industrial introduziu a eletricidade, a produção em massa e a linha de montagem (lembra do filme Tempos Modernos de Charlie Chaplin?). A Terceira Revolução Industrial, que seguiu o período após a Segunda Guerra Mundial, deu espaço aos computadores, robôs e à informatização dos dados. E, finalmente, a Quarta Revolução é a que vivemos hoje, com a rapidez da conexão móvel e alta capacidade de armazenamento de dados. Porém, ela somente encontrará seu potencial máximo com a chegada do 5G.

 

Como a chegada do 5G muda tudo?

A conexão 5G consolida a Indústria 4.0, acelerando inovações e viabilizando tecnologias ainda desconhecidas que irão conectar pessoas às máquinas, modificando nosso cotidiano e aumentando a produtividade das empresas.

Mas como? Desde o 1G, que permitia ligações entre celulares sem fio, até o 4G dos nossos smartphones, o que mudou essencialmente foi a velocidade de conexão. Cada nova geração de tecnologia móvel – cada ‘novo G’ – traz novas capacidades, novos aparelhos e funções, nos colocando em um novo patamar de conectividade.

O 5G, por sua vez, possui baixa latência, isto é, o tempo que leva para um comando ser executado é até 20 vezes mais rápido que o 4G. Mas não é apenas sua série que será baixada mais rapidamente… A implementação do 5G nas empresas vai conectar máquinas, robôs, sensores e dispositivos, melhorando muito os níveis de produtividade das indústrias. Afinal, com uma linha de produção conectada e interligada de ponta a ponta, fornecedores, distribuidores e lojas contarão com respostas instantâneas, podendo acompanhar e tomar decisões complexas em tempo real.

Imagine o seguinte cenário: no momento em que um produto for adquirido pelo cliente na loja (digital ou física), o sistema envia uma notificação da compra aos fornecedores que, então, informam às respectivas fábricas a necessidade de novos insumos para a fabricação e reposição do produto na loja. Tudo automático, sem trabalho manual. Simultaneamente, os processos serão rastreados por profissionais a fim de identificar demandas e tendências de consumo.

Além disso, as próprias máquinas poderão prever e acusar possíveis falhas que afetam a produção, indicando os ajustes a serem feitos. A manutenção preventiva irá economizar recursos como água, eletricidade e principalmente tempo.

No âmbito doméstico, aparelhos eletrônicos também poderão se auto diagnosticar e a sua geladeira poderá avisar a você que o queijo está acabando, por exemplo.

 

Novas tecnologias e possibilidades com o 5G na Indústria 4.0

Conexões mais ágeis e maior capacidade de processamento de dados viabilizam tecnologias, como mencionamos anteriormente. No caso do 5G, os exemplos citados acima caracterizam a chamada Internet das Coisas (IoT – Internet of Things em Inglês), equipamentos que trocam informações entre si através da conexão 5G e facilitam processos, como cirurgias remotas (telemedicina) e a popularização de carros que se dirigem sozinhos (autônomos).

A tecnologia dos sensores interligados será capaz de criar cidades inteligentes, onde carros autônomos identificam uns aos outros, evitando congestionamentos e acidentes; semáforos inteligentes coletam informações sobre o trânsito em tempo real às autoridades, que adquirem a capacidade de administrar problemas em questão de segundos.

Já a Inteligência Artificial (IA) é a capacidade dessas máquinas aprenderem a partir das interações com as pessoas e com outras máquinas. A ideia é simular a inteligência humana em algoritmos para a tomada de decisões mais rápidas e assertivas. A IA já é realidade, como no caso de assistentes virtuais e nas respostas automáticas no Gmail, para citar exemplos próximos do nosso cotidiano, mas com o 5G seu uso será ampliado para muitas outras áreas.

Outra característica que será intensificada pelo 5G na Indústria 4.0 é a Impressão 3D. Utilizada para produzir objetos e até casas tridimensionais, ela permite a customização em massa. A rapidez na produção dá a essa máquina a capacidade de personalizar e configurar produtos conforme demanda, com um simples ajuste de cor, material ou procedimento específico.

Por mais que a revolução do 5G demande investimento pesado em estruturas complexas e mais robustas, ela é promissora e está mais próxima do que imaginamos.

 

Você está preparado para o futuro da Indústria 4.0? O time da Hibrido está sempre conectado às tendências e mudanças que podem proporcionar vantagens ao seu negócio. 

 

Para ficar por dentro das novidades, acompanhe nosso perfil nas mídias sociais: Instagram e LinkedIn. Nos vemos por lá! 🙂

Fontes: CanalTech, Canal Meio, Sociedade 5G, Indústria 4.0.

Posts Relacionados

Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter

Acompanhe nossos insights e notícias do
mercado de ecommerce.

Acompanhe nossos insights e notícias do mercado de ecommerce.

Enviado com sucesso!

Vamos construir algo
incrível juntos.

Vamos construir algo incrível juntos.

Preenche abaixo e retornaremos para agendar uma conversa

A Híbrido está com a Havan desde a escolha pelo Magento Cloud como nova solução para ecommerce em 2019. Nesses anos, estamos evoluindo sempre as soluções que o online traz para os clientes da Rede, resultando em crescimento constante da operação.

A Híbrido está com a Havan desde a escolha pelo Magento Cloud como nova solução para ecommerce em 2019. Nesses anos, estamos evoluindo sempre as soluções que o online traz para os clientes da Rede, resultando em crescimento constante da operação.

Éder Varela

Gerente de e-commerce na Havan

A Híbrido está com a Havan desde a escolha pelo Magento Cloud como nova solução para ecommerce em 2019. Nesses anos, estamos evoluindo sempre as soluções que o online traz para os clientes da Rede, resultando em crescimento constante da operação.

A Híbrido está com a Havan desde a escolha pelo Magento Cloud como nova solução para ecommerce em 2019. Nesses anos, estamos evoluindo sempre as soluções que o online traz para os clientes da Rede, resultando em crescimento constante da operação.

Éder Varela

Gerente de e-commerce na Havan