Números: a forma ideal de convencer a diretoria a entrar no ecommerce!

Números: a forma ideal de convencer a diretoria a entrar no ecommerce!


Os tempos são outros e o consumidor também já não é mais o mesmo. Em uma pesquisa feita em 2019 pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), 97% dos consumidores pesquisam informações online antes de comprar em lojas físicas


Isso que nem comentamos dos atributos mais populares analisados pelos consumidores: a comodidade de comprar sem sair de casa (ainda mais agora nesse atual momento que estamos passando), escolher e receber produtos em casa, a confiabilidade de comprar em sites com pagamentos seguros, os e-mails transacionais com nota fiscal e acompanhamento do produto. Apesar de todos esses benefícios de comprar online, ainda assim muitas indústrias não estão presente. Listamos abaixo alguns argumentos para convencer a diretoria que sim, o melhor caminho é investir no ecommerce


Confira!


Mais de 6 trilhões de dólares em 2020


Segundo a pesquisa da Frost e Sullivan, as vendas em lojas virtuais devem alcançar mais de 6 trilhões de dólares em 2020, esse número realmente enche os olhos, porém essa pesquisa foi feita sem a previsão do COVID-19. Por conta disso, trouxemos os números focados no atual momento que estamos enfrentando. 


De acordo com o Compre&Confie 13 milhões de compras online foram realizadas desde a chegada da doença ao país (24 de fevereiro até 18 de março), o que representa uma alta de 30,8% em relação ao mesmo período do ano passado. Isso gerou R$ 5,56 bilhões em vendas, número 28% maior do que o registrado no mesmo período de 2019


Transforme essa crise em oportunidade para o seu negócio online


Se você ainda tem dúvidas sobre trazer a sua indústria para o digital, agora é o momento certo para investir nessa estratégia. De acordo com Mauricio Salvador, presidente da ABComm, as empresas precisam buscar presença digital


"É possível começar a vender online de forma rápida e simples, sem a necessidade de investimentos massivos. As empresas que não levaram seu modelo de negócios para a internet estão em desvantagem, correndo riscos de sobrevivência".


(Fonte: UOL) 


Em uma pesquisa realizada pelo Facebook sobre hábitos de consumo durante o COVID-19, apontamos alguns dados otimistas relacionados ao mercado online. 



  • 40% aumentaram o tempo que passam pesquisando ou comprando produtos online; 

  • 37% dos entrevistados aumentaram a pesquisa online;

  • 28% estão comprando mais online;

  • 44% compraram uma marca diferente por não terem encontrado a marca preferida; 


Relacionado a esse último, deixamos a seguinte pergunta pra você responder: o que você tem feito para transformar essa crise em oportunidades para o seu negócio? Caso você ainda não tenha pensado por esse ponto de vista, aqui temos um conteúdo completo para você mudar esse cenário hoje mesmo.  


Possibilidade de atender consumidores em todo o Brasil


Cada vez mais exigentes, os consumidores querem que seus produtos sejam entregues consequentemente cada vez mais rápido e em qualquer lugar do Brasil. Sendo assim, foque na otimização da logística de entrega das suas mercadorias. 


Por exemplo, a Amazon já testa robôs autônomos capazes de realizar entregas em localizações de rápido acesso com o objetivo de reduzir os atrasos e os custos do frete. 


Outra opção é ter pontos de retirada da mercadoria, com a opção Omnichannel. Essa é uma forma de otimizar tempo e reduzir custos, além de tornar o produto mais acessível para o consumidor e descomplicar o processo de logística. Você proporciona diferentes tipos e possibilidades de experiências de compra e venda. 


Ecommerce B2B


Pesquisas mostram que 60,7% dos fabricantes e 38,1% dos distribuidores não possuem um site de comércio eletrônico ainda.Forrester  prevê que as transações de ecommerce B2B atingirão US$1,5 trilhão em 2021, isso representará apenas 13% do total de vendas B2B naquele ano. 


Ao considerar as opções de comércio eletrônico, também é importante avaliar o ecossistema que suporta a solução. Mudança e complexidade são constantes no mundo do comércio B2B. As empresas estão enfrentando novos públicos, modelos de negócios e estratégias de marketing. Ao mesmo tempo, eles digitalizam processos de negócios complicados e se integram a sistemas de negócios altamente personalizados. 


Com tantas mudanças, é fundamental ter um parceiro de implementação com experiência em B2B - que sabe lidar com os problemas técnicos e de gerenciamento de mudanças que provavelmente surgirão. 


Preparamos um Guia do Profissional de Marketing B2B para auxiliar na hora de escolher qual plataforma comporta o seu negócio. Leia mais clicando aqui.  


Gastos reduzidos


Além de todos os benefícios citados acima e todas as pesquisas que você já deve ter feito, com certeza já deve ter se deparado com seguinte frase: investir em uma loja virtual é mais barato que investir em loja física. Principalmente se você já tiver um negócio em andamento e queira expandi-lo para a esfera virtual. 


Enquanto, na loja física, você tem que lidar com despesas como aluguel, água, luz, limpeza e um grande time de vendedores, na loja virtual você tem apenas os custos de hospedagem do site, profissionais de TI e uma equipe de marketing para auxiliar no processo. Além disso, vale ressaltar que conseguir manter uma loja online atraente e de primeira qualidade é muito mais fácil do que investir na infraestrutura de uma loja física, onde fatores que fazem a diferença, como decoração, limpeza e localização, têm custo muito mais alto.


Reforçamos que mudanças não acontecem de um dia para o outro, processos precisam ser revistos, é necessário ter pessoas com o mindset adequado apoiando. Contratar a tecnologia é importante, mas é necessário também repensar o negócio e ter um time experientes para ajudar nessa mudança. 


O comércio eletrônico é uma necessidade para quem deseja expandir e conquistar novos mercados, ainda mais se você fizer parte do setor industrial, onde representam 8% dos negócios online segundo a Revista Ecommerce Brasil. 


Vamos conversar sobre o seu negócio, manda um oi pra gente!


Achou isso interessante? Compartilhe

Lais Bellmax
Por Lais Bellmax
Marketing

Atuo profissionalmente com marketing digital desde novembro de 2017 e na área de comunicação há 6 anos. Publicitária formada na Univali, atualmente faço Pós Graduação em Design Thinking e Criatividade nas Organizações.

COMENTÁRIOS

CERTIFICAÇÕES

E PRÊMIOS

CONECTE-SE

Vamos conversar SOBRE O SEU NEGÓCIO?

Quer ficar antenado no mundo do ecommerce?

Faça parte da nossa base de conhecimento.