B2B e H2H – Como o uso mobile afetou as compras realizadas por empresas e transformou o mercado

B2B e H2H – Como o uso mobile afetou as compras realizadas por empresas e transformou o mercado


Como você deve ter notado, as pessoas têm ficado cada vez mais conectadas a todo momento e em qualquer lugar. Por conta dos avanços frequentes quando se trata dos smartphones essa tendência moldou não só a maneira como elas se comportam, se comunicam e consomem, mas afetou também o consumo por parte das empresas.





E é exatamente sobre isso que nós iremos falar hoje: qual a tamanha e irreversível mudança que o uso dos smartphones pelas empresas têm afetado a maneira como elas interagem tratando-se de compras B2B. 





As pessoas desapareceram do processo: 





Com as inúmeras facilidades e principalmente privacidade que os smartphones oferecem, o consumidor B2B já não sente mais a necessidade de entrar em contato com um vendedor “de carne e osso” na hora de efetuar as suas compras online, muito pelo contrário, além de não estranhar a sua falta, ainda prefere que essa interação ocorra apenas na hora de fechar o negócio, passando pela maior parte das etapas por conta própria. 





E é exatamente por isso que você e o seu negócio têm de se adaptar a este novo público: é a fluidez entre as etapas e a praticidade na navegação (seja ela através do seu site ou aplicativo) que viabiliza – mas não garante – uma boa experiência de compra. E por que isso é tão importante? 





Além do mercado digital ser extremamente dinâmico, segundo uma pesquisa realizada no ano de 2018 em parceria com o Google e demais entidades relacionadas sobre o consumo B2B através do formato mobile, se constatou que simplesmente mais de 40% das influências nos fechamentos destas vendas se dão por uma boa experiência via plataformas móveis.





Precisa de mais motivos comprovados de que esse é um mercado que só cresce? Considerando as pesquisas realizadas em torno das compras no mercado B2B (independente do nicho) nos buscadores do Google, metade são realizadas a partir de dispositivos móveis, e para 2020 elas deverão aumentar para 70%.





Além disso, o novo consumidor B2B não compara mais uma marca e outra diretamente, ele compara as experiências que já obteve comprando de um fornecedor ou outro





Ah, e um insight é fundamental para você começar a entender este tipo de consumo: o usuário por traz do smartphone é muito mais dinâmico. E o que isso significa? Significa que ele não necessariamente estará online apenas em horário comercial, e muito menos que você certamente irá encontrá-lo atrás de uma mesa e um computador desktop: ele poderá visitar o seu site e iniciar a sua jornada de compra às 3h da manhã de uma quinta-feira.





Isso pode parecer um absurdo, mas não é, afinal o Brasil é o primeiro país no mundo onde as pessoas passam mais tempo conectadas via celular: são cerca de 5 horas por dia, ficando atrás apenas da China, com 3 horas de conexão diárias. 





O novo consumidor B2B sabe o que quer, mas afinal, como você pode se atualizar e principalmente ganhar mais com isso? 





Caso te anime ainda mais a adaptar e adequar os seus canais de contato para aumentar as experiências via dispositivos móveis, segundo o mesmo estudo apresentado no início deste artigo, mais transações mobile significam menos tempo de negociação (cerca de 20% a menos que nas formas de negociação mais tradicionais) e mais receita, consequentemente trazendo menos custos para o seu bolso. 





Além disso, o comprador B2B ainda detém a maior taxa de engajamento tratando-se das vendas online, levando em maior frequências suas negociações até o fim e retornando a fazer negócios posteriormente, mas claro, para que isso aconteça ele precisa perceber a sua atenção dedicada a estes novos formatos, e novamente, passar por uma boa experiência de compra. 





Nessa nova era, o consumidor é o foco, e mostrar que ele recebe a atenção que precisa é uma das principais chaves para fidelizá-lo.





Mas como atrair a atenção dele para que isso aconteça?





Busque gerar estratégias que privilegiam seus clientes mobile, incentivando-o a consumir dessa maneira. Para isso, você deve facilitar ao máximo cada etapa do processo, que na maioria das vezes é burocrático e demorado, considerando ainda que ele pode ser realizado não somente por uma única pessoa, mas por uma equipe inteira. 





Para tornar essa etapa ainda mais simples para você entender, separamos algumas dicas fáceis para os seus pontos de contato com o cliente:





  • Invista em conteúdos verticais; 
  • Crie diversos links fáceis, como botões para ligação, localização ou iniciar uma conversa via chat ou mesmo WhatsApp; 
  • Se comunique através de textos claros e curtos, afinal a agilidade e praticidade são prioridade aqui; 




Ah, e claro, invista ao máximo em maneira para conhecer o seu público e a maneira que ele utiliza para consumir, assim você investe mais assertivamente em ações direcionadas para fisgá-lo e causar boas experiências de negócio.





Mas entre tanta tecnologia e inovação, transmitir segurança é essencial para realizar qualquer transação comercial, por isso, mesmo deixando o seu cliente livre para consumir da maneira que deseja é necessário mostrar para ele que você oferece suporte em todas as etapas do processo, deixando espaço para ligá-lo facilmente para sua equipe, por exemplo.





Achou tudo isso muito complicado e precisa de ajuda? Não se preocupe, manda um oi que nossa equipe irá explicar tudinho para você.


B2B e H2H – Como o uso mobile afetou as compras realizadas por empresas e transformou o mercado
5 (100%) 1 vote

Achou isso interessante? Compartilhe

Lais Bellmax
Por Lais Bellmax
Marketing

Publicitária formanda pela Univali, trabalha há 4 anos na área de comunicação. É focada no marketing das empresas Híbrido, Arpina e demacode_. Além disso também é entusiasta na área branding, moda e produção audiovisual.

COMENTÁRIOS

CERTIFICAÇÕES

E PRÊMIOS

CONECTE-SE

Vamos conversar SOBRE O SEU NEGÓCIO?

Quer ficar antenado no mundo do ecommerce?

Faça parte da nossa base de conhecimento.